Meu filho está internado no hospital: como lidar?

By Kerol | Destaques

“Meu filho está internado no hospital: como lidar?” A criança especial, mesmo que seja muito comprometida, pode sentir os efeitos do stress das temporadas de hospital. Veja aqui como ajudá-la.

Uma refeição simples, que eu devorei em minutos. Assim foi meu almoço hoje como acompanhante da minha mãe, internada num hospital após uma cirurgia.

Há alguns anos (mais especificamente desde 2014), tenho tido algumas temporadas de hospital. Os motivos foram variados: idas à maternidade pelo nascimento dos três filhos, UTI neonatal do Paulo, algumas internações do Paulo.

Outras mães e pais especiais também têm temporadas de hospital, mas muitas vezes por um motivo único: a saúde mais vulnerável de seus filhos especiais. Hoje, coincidentemente, uma mãe que participa do nosso Programa Online contou que ela e a filha estavam indo ao hospital para mais uma internação.

Para a criança especial, como serão essas “temporadas de hospital”? Tranquilas? Estressantes? Amedrontadoras? Inquietantes?

A criança especial pode sentir medo ou stress, mesmo que não consiga externalizar por algum motivo (atraso na fala, demora na compreensão, etc). Assim como qualquer outra pessoa, precisará do nosso apoio e conforto, que será imprescindível para amenizar o stress possivelmente causado.

Se a mãe/pai reconhece que aquela é uma situação difícil para a criança (como é o caso de uma internação) e adota uma atitude acolhedora, os benefícios são inúmeros.

Segundo Jack Shonkoff, diretor do Centro de Desenvolvimento Infantil da Universidade de Harvard, os benefícios do acolhimento e carinho dos pais, para a criança, não são apenas emocionais ou psicológicos, mas também físicos e biológicos.

Ou seja, mesmo que sua criança pareça não estar entendendo o que acontece à sua volta, saiba que, mesmo assim, vale a pena ajudá-la a lidar com o possível stress de uma temporada de hospital. Carinho e amor são remédios universais que qualquer um entende.

About the Author

Leave a Comment:

Leave a Comment:

%d blogueiros gostam disto: