O método do Matheus, de 3 anos, para acabar com birras

ㅡ Mãe, você conhece meu método? ㅡ perguntou Matheus, de 3 anos.

 

ㅡ Qual método? ㅡ repliquei eu, ainda um pouco surpresa ao ouvi-lo dizer a palavra “método”, ainda mais para referir-se ao que ele tinha criado!

 

ㅡ Meu método para acabar com birras. É assim, ó: quando eu quiser fazer birra, eu coloco a mão no peito e tiro a birra de dentro de mim.

 

Esta conversa foi longe, com Matheus fazendo gestos, inventando novas etapas para o seu método e prestando atenção se o irmão Paulo havia parado de reclamar porque o bolo havia acabado. Caso contrário, ele também teria de aplicar o recém-criado método anti-birras do Matheus.

 

Achei interessante a conversa. Fiquei pensando na criatividade dele ao criar um “método” aos três anos de idade! De onde haveria ele tirado essa ideia?

 

Aí algumas fichas começaram a cair…

 

Crianças aprendem não apenas com o que nós, mães e pais, falamos. Elas aprendem, principalmente, com o que fazemos. Aqui em casa sempre procuramos resolver os problemas de forma “pensada e conversada”: Fabio e eu dizemos que fazemos “reunião do G2” quando precisamos resolver algum desafio.

 

Dessas reflexões em família, nascem algumas práticas que vamos adotando no dia a dia. Umas dão certo. Outras, não. No final das contas, o saldo é positivo, não só porque nos ajuda a resolver problemas, mas também porque poupa tempo no futuro, quando desafios semelhantes aparecem.

 

Foi assim que nasceu o nosso Método VOE, voltado para mães e pais de crianças especiais ㅡ acesse aqui para conhecer: https://materpaterplus.com.br/tenho-uma-crianca-especial-e-agora/

 

Vamos aplicando no dia a dia em diversas situações, e o Matheus provavelmente deve ter se inspirado nele e foi aprendendo, naturalmente, a pensar em maneiras de resolver seus desafios também.

 

Você já parou para pensar como você reage diante de algum desafio ou problema? Tende a sufocar o assunto ou também cria estratégias? Se precisar de ajuda, sabe que pode procurar o Matheus, né? Vai que ele desenvolve um método para você também?

 


 

Para saber mais sobre o nosso Método VOE, acesse:

 

 

 

Queremos ouvir sua opinião ;-)