Não se compare com outras mães e pais

By Kerol | Blog

Não se compare. A grama dos outros pais e mães não é mais verde que a sua.

Na época em que o Paulo era nosso único filho, era fácil olhar para outras mães e pais e pensar “que vida tranquila”.

“Nada de UTI neonatal? Nada de terapias de reabilitação? Nada de atrasos ou limitações no desenvolvimento do seu filho? Então, por favor, não reclame de birras ou noites sem dormir, sua vida é muito tranquila!”

Sabe de nada, inocente!

Agora que vivemos dois tipos de mater/paternidade, sabemos que a coisa não é bem assim. Criar filhos com ritmos diferentes de desenvolvimento (típico e atípico, por causa da paralisia cerebral e epilepsia) nos mostra, a cada dia, que a mater/paternidade é desafiadora e transformadora por si só.

Mesmo assim, queremos hoje falar de um assunto meio feio. Desculpa, mas a gente vai falar de algo que talvez você já tenha sentido mas não falou pra ninguém.

Talvez você não tenha percebido, mas existem alguns fantasmas que rondam as mães e pais de crianças especiais. Um deles é a mania de comparação e o seu perigoso “upgrade”: a inveja.

Sentir é diferente de consentir. Consentir seria deixar aquela invejinha se instalar dentro de você, o que seria uma verdadeira cilada. A inveja paralisa e suga nossas energias de lutar por nossos próprios sonhos.

Como lidar? O que fazer quando sentir inveja de quem parece ter a vida “funcionando” direitinho?  

Há várias estratégias para isso, e uma delas é transformar a inveja em INSPIRAÇÃO.

O que posso aprender com esta pessoa? Se ela tem algo que eu desejo, eu também posso conseguir.

“Ah, mas ela consegue porque não tem filho com deficiência e não tem uma vida como a minha”.

Mesmo assim é possível se inspirar. Para nós, as conquistas de outras pessoas sempre serão boas se as enxergarmos como “amostras de possibilidade”, ou seja, provas vivas de que determinados resultados são possíveis e alcançáveis.

Cada um vai trilhar seu próprio caminho, com ou sem rotina apertada, com ou sem filhos…e todos terão suas dificuldades.

No caso de mães e pais especiais, encontraremos nossos Caminhos Alternativos para chegarmos aonde precisamos e queremos. Neste aspecto, podemos até mesmo nos inspirar em nossos filhos: em face de uma limitação ou deficiência, eles também precisam encontrar caminhos alternativos para fazer o que outras crianças fazem com mais facilidade.

Ou seja, as inspirações para viver uma vida plena, sem invejas ou comparações, estão por toda a parte: nas conquistas dos outros e nos nossos próprios filhos.

About the Author

Leave a Comment:

Leave a Comment:

%d blogueiros gostam disto: